Estar atualizado e causar uma boa primeira impressão são fundamentais para se recolocar no mercado de trabalho  

 

Especialistas afirmam que o primeiro trimestre do ano é o período ideal para procurar emprego. O motivo é que as empresas estão com o orçamento organizado, têm metas para bater, há uma previsão de crescimento e sabem quanto podem investir em recursos humanos.

Para o profissional que está desempregado é o momento certo. Para aquele que busca uma nova colocação, ser flexível ajuda. Por exemplo: quando se tem um cargo elevado em uma empresa de pequeno ou médio porte e se quer tentar trabalhar em um lugar maior, às vezes, é necessário encarar o desafio de aceitar uma função abaixo da atual.

Procurar emprego não tem segredo, mas exige dedicação. Pelo menos, seis horas por dia de busca em sites de empregos e especializados em determinadas áreas, em jornais, agências e redes sociais específicas para este objetivo, como o LinkedIn. Fazer networking é importante, pois grande parte das contratações ainda acontece por meio de indicações.

Antes de começar a procurar vagas abertas, atente para o currículo, que deve conter seus conhecimentos, experiências, resultados, objetivo profissional e interesses. Quando uma entrevista é marcada, o candidato deve pesquisar sobre a empresa e coletar o maior número possível de informações, pois os entrevistadores costumam perguntar o que ele sabe sobre a organização. Quem souber ganha pontos.

Vestir-se bem, de acordo com o segmento da organização e a função pretendida, também é importante.

 

Planejamento – De acordo com especialistas, o primeiro trimestre de cada ano é o momento ideal para procurar emprego, pois é quando as empresas mais contratam. Mas os processos seletivos para estágio costumam acontecer no início do segundo semestre, em agosto, para que as organizações tenham tempo de planejar a contratação para o ano seguinte. Já dezembro é um mês em que as contratações tendem a diminuir.

No entanto, é importante lembrar que as empresas contratam sempre que precisam (e tem condições para isso), então, há possibilidades durante o ano inteiro. Manter-se atualizado em relação aos acontecimentos do país e do mundo e fazer cursos de aperfeiçoamento na área de atuação ajudam no momento da contratação, pois mostram que o candidato tem disposição para crescer e enfrentar momentos difíceis.

Em épocas de crise, as empresas procuram e prezam por profissionais criativos, que apresentam ideias inovadoras, que sejam assertivos, ágeis e ajudem a melhorar os processos internos de trabalho.

 

Para você, que está desempregado ou pensando em uma nova colocação, seguem algumas dicas:

 

– a época em que as empresas mais contratam também é o período em que aumenta a concorrência: busque um diferencial;

– em entrevistas de emprego, nunca fale mal do seu antigo local de trabalho;

– não use recursos e ferramentas do atual emprego para buscar outro: respeite o lugar onde você trabalha;

– algumas cidades têm mais oportunidades de emprego do que outras: geralmente os empregadores apreciam a disponibilidade que o candidato tem para ir para outras localidades para trabalhar;

– verifique a possibilidade de crescer dentro da empresa em que você já trabalha.